Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: 00:00/06:00 Madrugadão

Das 00:00 às 06:00

No comando: 06:00/12:00 Good Morning Usa

Das 06:00 às 12:00

No comando: 12:00/17:00 Show da Tarde

Das 12:00 às 17:00

No comando: 17:00/19:00 Happy Hour

Das 17:00 às 19:00

No comando: 19:00/22:00 Show Time

Das 19:00 às 22:00

No comando: 22:00/24:00 Top Hits

Das 22:00 às 24:00

Menu

Imigração – Nota de esclarecimento – Portaria nº 656/2018

A Coordenação-Geral de Imigração Laboral informa que não mais efetua o registro de contratos de prestação de serviços artísticos celebrados entre pessoas físicas ou jurídicas e artistas e técnicos em espetáculos estrangeiros, domiciliados no exterior e com estadia legal no país.
A medida foi tomada em razão de se considerar tacitamente revogado o artigo 5º da Portaria nº 656, de 22 de agosto de 2018, do Ministério do Trabalho, que atribuía a esta Coordenação-Geral a competência de promover o registro dos referidos contratos.
O entendimento foi firmado em decorrência da análise da nova organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos Ministérios promovida pela Lei n. 13.844/2019, que transformou os antigos Ministérios do Trabalho, da Fazenda, do Planejamento e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, no Ministério da Economia, e que, ao mesmo tempo, transferiu a Coordenação-Geral de Imigração ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.
A Portaria 656/2018, do antigo Ministério do Trabalho, que tem como escopo aprovar modelos de Contratos de Trabalho e de Nota Contratual para contratação de músicos, profissionais, artistas e técnicos de espetáculos de diversões, e dá outras providências, possui caráter normativo trabalhista e de proteção ao trabalhador, o que afasta a competência desta Coordenação-Geral de Imigração para efetuar o registro dos referidos contratos.
Informa-se, por último, que tal assunto foi comunicado oficialmente ao Ministério da Economia para as providências cabíveis.

 

Fonte: Gov.br
Fotos: Gov.br

 

Deixe seu comentário: